Voos testados para COVID-19 na Itália


Exigências de entrada na Itália


A partir de 21 de junho de 2021, o governo italiano atualizou os requisitos de entrada para viagens para a Itália. Passageiros dos Estados Unidos vacinados ou que possam fornecer provas de um teste negativo para COVID-19 ou recuperação total da COVID-19 agora podem entrar na Itália sem quarentena. Essa notícia de boas-vindas significa que os voos da Delta para a Itália não exigirão mais vários testes para COVID-19 ao viajar. Com base na última atualização do governo italiano, agora você pode entrar na Itália sem quarentena apresentando um dos seguintes documentos de entrada:

  • Certificado de vacinação – certifique-se de trazer seu cartão de vacinação emitido pelo CDC ou Certificado Verde da UE. Lembre-se que você deve estar totalmente vacinado, o que significa que você tomou sua última dose da vacina pelo menos 14 dias antes do seu embarque, ou
  • um resultado negativo de teste de antígeno, PCR ou teste molecular para COVID-19 de um teste realizado até 48 horas antes da chegada à Itália com um laboratório de sua escolha. Para sua conveniência, observe que, até 30 de junho, haverá locais para a realização de testes disponíveis nos aeroportos de Atlanta (ATL) e Nova York (JFK), se você precisar de um teste antes do embarque, ou
  • Certificado de recuperação da COVID-19 com data não superior a 6 meses antes da chegada à Itália

Lembre-se que os passageiros deverão se cadastrar previamente e preencher um formulário digital de localização de passageiros (abre em uma nova janela) antes do embarque.

Menores viajando com pais/responsáveis também são elegíveis para entrar na Itália sem quarentena com base no seguinte:

  • Menores com idade entre 6 e 18 anos: devem fornecer comprovante de vacinação completa (última dose pelo menos 14 dias antes do embarque) ou comprovação de um teste de antígeno, PCR ou teste molecular para COVID-19 negativo realizado até 48 horas antes da chegada à Itália
  • Menores com menos de anos 6 podem entrar sem necessidade de vacinação ou testes

Informações adicionais sobre as exigências de viagem para a Itália podem ser encontradas no Delta Discover Map.

Rotas disponíveis


Há voos disponíveis atualmente para Roma e Milão com voos para Veneza a partir de 02 de julho de 2021. Abaixo está uma amostra das rotas sem escalas da Delta para a Itália neste verão.

Atlanta e Roma

Aeroporto Internacional Hartsfield-Jackson Atlanta (ATL) e Aeroporto Internacional de Roma-Fiumicino (FCO)


Atlanta e Veneza

A partir de 05 de agosto de 2021

Aeroporto Internacional Hartsfield-Jackson em Atlanta (ATL) e Aeroporto Marco Polo em Veneza (VCE)


Nova York e Roma

Aeroporto Internacional John F. Kennedy (JFK) e Aeroporto Internacional de Roma-Fiumicino (FCO)


Nova York e Milão

 Aeroporto Internacional John F. Kennedy (JFK) e Aeroporto Malpensa em Milão (MXP)


Nova York e Veneza

A partir de 02 de julho de 2021

Aeroporto Internacional John F. Kennedy (JFK) e Aeroporto Marco Polo de Veneza (VCE)


Boston e Roma 

A partir de 05 de agosto de 2021

Aeroporto Internacional Logan de Boston (BOS) e Aeroporto Internacional de Roma-Fiumicino (FCO)

Planeje sua próxima viagem
A Itália está aberta a passageiros dos EUA que estejam totalmente vacinados ou forneçam evidências de um resultado negativo de teste para a COVID-19 realizado até 48 horas antes da chegada.

Já comprou sua viagem?


Já reservei um voo testado para COVID-19; o que isso significa para mim?

Os voos da Delta para a Itália não exigirão mais vários testes para COVID-19 antes do embarque e ao chegar à Itália. Os passageiros agora são elegíveis para entrar na Itália sem quarentena, fornecendo um dos seguintes documentos de entrada:

  • Certificado de vacinação (última dose de vacinação concluída pelo menos 14 dias antes do embarque); certifique-se de trazer seu cartão de vacinação emitido pelo CDC ou um Certificado Verde, se for da UE, ou
  • um resultado negativo de teste de antígeno, PCR ou teste molecular para COVID-19 de um teste realizado até 48 horas antes da chegada à Itália com um laboratório de sua escolha. Para sua conveniência, observe que, até 30 de junho, haverá locais para a realização de testes disponíveis nos aeroportos de Atlanta (ATL) e Nova York (JFK), se você precisar de um teste antes do embarque, ou
  • Certificado de recuperação da COVID-19

Além dessas alterações nos requisitos de entrada, você pode esperar as seguintes atualizações para sua viagem:

  • Os clientes, os funcionários e os parceiros da Delta ainda devem usar uma máscara ou uma proteção adequada que cubra o nariz e a boca durante a viagem, mesmo se já tiverem sido vacinados.
  • Após a chegada à Itália, não haverá mais um teste adicional necessário no aeroporto
  • Os requisitos de viagem variam de acordo com o destino. Consulte as normas dos destinos com aeroporto de conexão ou outros destinos além da Itália, se aplicável ao seu itinerário. Isso inclui requisitos para entrar novamente nos Estados Unidos
  • O rastreamento de contato, Ir para nota de rodapé ainda é necessário para clientes voando de Roma ou Milão em voos operados pela Delta para Atlanta ou Nova York até 30 de junho de 2021

Voando com nossa parceira Alitalia? Acesse a página de voos testados para COVID-19 (abre em uma nova janela), para obter detalhes sobre a experiência deles.

FAQs sobre rastreamento de contato


Embora o rastreamento de contato seja fortemente incentivado para ajudar a reduzir a disseminação do COVID-19, a participação é voluntária e não é exigida para viagens aéreas na Delta ou com nossos parceiros, a menos que especificado por um voo, país, cidade ou região específica.  

Recomendamos que você verifique os requisitos de viagem específicos do seu destino que podem ser aplicáveis durante sua viagem. Recomendamos que você entre em contato com os aeroportos locais de origem e destino antes de viajar para garantir que você tem as informações mais recentes.

Quando você participa do rastreamento de contatos, o CDC trabalha com os departamentos de saúde locais para alertá-lo, ajudando a reduzir a exposição.  

O acompanhamento dos viajantes pode incluir: 

  • Contato com viajantes 
  • Fornecimento de instruções sobre o que os viajantes devem fazer se desenvolverem sintomas da COVID-19 
  • Possível verificação intermitente durante as duas semanas após a chegada 

Para apoiar o rastreamento de contatos, a Delta solicita aos passageiros que forneçam seu endereço de destino enquanto estiverem nos EUA e um número de telefone. Essas informações, além das informações de contato fornecidas na compra do bilhete ou no check-in, serão compartilhadas com os Centros de Controle de Doenças (Centers for Disease Control, CDC) por meio da Alfândega e Proteção de Fronteiras (Customs and Border Protection, CBP) dos EUA, utilizando os canais estabelecidos para o Sistema Avançado de Informações de Passageiros (Advance Passenger Information System, APIS). Manteremos essas informações em nossos sistemas apenas pelo tempo necessário para cumprir esses objetivos ou conforme exigido pela CBP.


Consulte a Política de privacidade da Delta para obter detalhes. Para obter mais informações, acesse CBP.gov ou CDC.gov, ou consulte a Avaliação de impacto na privacidade do CBP para o sistema avançado de informações ao passageiro. (abre em uma nova janela)

Links relacionados


Encontrou as informações que estava procurando nesta página?