Voos para Chicago


 

Aninhada nas margens do Lago Michigan, onde os ventos do lago ajudaram a cunhar o termo “cidade do vento”, Chicago oferece aos visitantes e moradores vistas verdadeiramente espetaculares. Sua localização privilegiada lhe rendeu até mesmo alguns papéis memoráveis ao longo dos anos. Quem quer que tenha assistido ao filme Curtindo a Vida Adoidado testemunhou uma carta de amor a Chicago, com participações especiais do Art Institute of Chicago, Wrigley Field, Torre Sears e muito mais. Não é segredo que Chicago, a terceira cidade mais populosa do país, também é uma das mais diversificadas cidades dos Estados Unidos. Mas o que é especialmente interessante é que muitos bairros são reflexos fiéis dos imigrantes que os fundaram. As culturas do Vietnã, Tailândia, Laos, México, Porto Rico, Irlanda, Polônia e Coreia, entre outras, somaram suas nuances próprias ao sabor cultural exclusivo da cidade.

Chicago também se transformou na paisagem literária de livros como A Selva, A Casa na Rua das Mangas e O Projeto Lazarus. Sem mencionar que a cidade deixou a sua marca na Broadway como enredo de um dos musicais mais conhecidos de todos os tempos. Qualquer que seja sua preferência nas áreas da gastronomia, cultura, esportes e diversão, Chicago tem sempre algo a oferecer a todos.

 

Quando voar para Chicago, você tem duas opções de destino. A cidade oferece dois aeroportos internacionais dentro de seus limites: Chicago O’Hare e Chicago Midway. O primeiro é considerado o principal, e o último, o secundário da cidade.

No passado, o Aeroporto O’Hare foi classificado como o aeroporto mais movimentado do mundo em número de decolagens e passageiros. Ele oferece diversos restaurantes e cafés, bares e opções de lanches para levar. Nele encontram-se lojas, produtos livres de impostos e até mesmo serviços de spa.

No Midway, você encontra a mesma variedade de opções de restaurantes e fast-food. Algumas de suas lojas concentram-se na cidade de Chicago, então você também pode comprar lembranças de última hora em seu trajeto de saída da cidade. E se prefere relaxar, há ainda uma sala de yoga de uso gratuito reservada para a prática de yoga e meditação.

Aeroporto Internacional de Chicago - O’Hare (ORD)
Aeroporto Internacional de Chicago - Midway (MDW)

  • Ambos os aeroportos O’Hare e Midway estão localizados dentro da cidade de Chicago. O Midway fica no sudoeste de Chicago, a 13 km do Loop (o distrito empresarial central de Chicago). O Aeroporto O’Hare está localizado ao noroeste da cidade, a cerca de 27 km do Loop.
  • É fácil entrar na cidade por ambos os aeroportos, com os serviços de trem oferecidos pela Chicago Transit Authority. No O’Hare, a estação da linha azul fica no piso inferior do Terminal 2. No Midway, você encontra a estação da linha laranja, no lado leste do terminal, no Midway Transportation Center.
  • O O’Hare oferece acesso ao Metra, o sistema ferroviário urbano de Chicago. Simplesmente pegue o ônibus do aeroporto até a estação de transferência O’Hare.
  • Você também encontrará táxis, serviço de limusine e aluguel de carros em ambos os locais.

MÚSICA

Um dos mais célebres elementos da cultura de Chicago é o jazz. Mergulhe em um dos redutos locais como o Andy Jazz Club ou o Kingston Mines para provar o som explosivo dos trompetes ou os agitos picantes do saxofone. Se quiser ouvir tudo em um só lugar, visite a cidade durante o Festival de Jazz de Chicago, que acontece no final de semana do Dia do Trabalho. Se você é um amante da música alternativa, provavelmente já está planejando uma viagem para o Festival de Música Pitchfork, em julho, ou para o Lollapalooza, em agosto.

MUSEUS

Chicago é uma cidade de museus. Visite o Shedd Aquarium para ver um dos mais bem concebidos museus oceânicos do país. Um oceanário e vários recifes naturais estão à disposição para uma experiência subaquática que é tão educativa quanto divertida.

Enfrente o maior número possível de edifícios do Art Institute of Chicago e se prepare para ficar de queixo caído no Museu da Ciência e Indústria. Os destaques incluem um passeio simulado pela mina de carvão e o gigante castelo de fadas decorado com lustres feitos de diamantes de verdade.

RESTAURANTES

Não vai demorar muito para você ver que Chicago é uma cidade gastronômica. Além da suprema pizza de massa grossa em lugares como a Pizzeria UNO ou a pizzaria de Lou Malnati, não há nenhum tipo de culinária que não esteja representada ... e bem representada em Chicago. A Chinatown de lá é pra valer. A comida indiana em Devon Avenue e a comida persa em Kedzie Avenue são veneradas. Há uma Little Italy, uma Greektown, uma aldeia polonesa... e a lista não termina mais.

Além disso, boas bebidas estão sempre à mão. Depois de São Francisco, Chicago tem o segundo maior índice de bares por habitante.

ARQUITETURA

Chicago tem sido há muito uma cidade associada à inovação e à experimentação arquitetônica. Da elevada Willis Tower com varanda de piso de vidro no 103.° andar ao Wrigley Building, arranha-céu da década de 1920, e o icônico Chicago Theatre, com seu arco triunfal com altura de seis andares, a cidade é repleta de joias arquitetônicas. Não importa qual é seu modo preferido de transporte; seja de barco, bicicleta, ônibus, veículo elétrico ou a pé, há um passeio arquitetônico a seu gosto.

A oferta de hotéis de Chicago é farta. Na verdade, a cidade ocupa o segundo lugar, perdendo apenas para Nova York, em número de quartos, assim você não deve ter nenhuma dificuldade em encontrar uma acomodação que se encaixe no seu humor, interesse ou orçamento.

Que tal se hospedar onde já esteve a realeza britânica, os presidentes dos EUA e o badalado James Dean? Então, o famoso Drake Hotel é o seu lugar. Localizado no lado do lago, na Michigan Avenue, os quartos face norte do hotel oferecem vistas para o lago que definitivamente valem a pena. Embora as áreas comuns do hotel, que datam dos anos de 1920, sejam douradas e repletas de lustres, os quartos são mais descontraídos. E não se esqueça do chá da tarde, realizado diariamente no Palm Court.

Se está em um espírito mais de boutique, o Guesthouse Hotel ao norte do centro da cidade em Uptown é uma escolha luxuosa. Os 25 antigos condomínios foram convertidos em elegantes suítes equipadas com cozinhas completas, varandas privativas e até mesmo máquinas de lavar e secar.

E para uma estadia que promete canalizar o lado urbano da cidade, experimente o W Chicago City Center. Localizado no Loop, a poucas quadras da Willis Tower, do Millennium Park e da Magnificent Mile, o hotel dispõe de suítes e quartos elegantes e contemporâneos.

Antes de planejar uma viagem para Chicago, considere que tipo de clima irá encontrar. A cidade tem verões quentes e úmidos e invernos muito frios e nevados, com pouco sol. Em julho, a temperatura média diária é de cerca de 24 °C, mas não é incomum que o mercúrio suba a 32 °C ou mais. No inverno, a alta usual de janeiro (sim, a alta) é um pouco abaixo de congelante. A primavera e o outono são geralmente agradáveis para visitar, com temperaturas amenas e baixa umidade.