INFORME-SE ANTES DE IR

Exigências de entrada nos EUA com testagem para COVID-19 para viagens internacionais


 

Exigências de entrada nos EUA


A partir de 26 de janeiro de 2021, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) exigirão, abre em uma nova janela que todos os clientes com idade a partir de 2 anos viajando para ou pelos Estados Unidos apresentem uma prova de teste negativo para COVID-19 realizado até 3 dias antes do embarque e assinem um atestado confirmando um resultado negativo.

Nada é mais importante para nós do que a segurança de nossos clientes e funcionários. Essas novas medidas adicionam uma proteção a mais para todos. Vários países ao redor do mundo têm ordens semelhantes em vigor, com o objetivo de proteger a saúde de outros viajantes e funcionários de companhias aéreas. Confirme antes de viajar. A Delta continuará publicando atualizações sobre quaisquer alterações nas exigências de testagem para COVID-19 do CDC para entrar nos EUA aqui.

Detalhes importantes a saber:

  • Os clientes sem resultados negativos no teste de COVID-19 e atestado assinado terão o embarque negado de acordo com a ordem do CDC 
  • Os testes aprovados para COVID-19 incluem um teste de amplificação de ácido nucleico (p. ex., teste de PCR) ou um teste de antígeno viral aprovado pela autoridade sanitária local
  • Se o seu itinerário incluir um voo de conexão, o teste para COVID-19 deve ser realizado até 3 dias antes do embarque do voo inicial e as conexões não podem ser superiores a 24 horas
  • Os clientes que se recuperaram da COVID-19 podem viajar com um teste positivo (realizado nos últimos 90 dias antes da viagem) e uma carta de um profissional de saúde licenciado ou oficial de saúde pública declarando que o cliente foi liberado para viajar
  • Os clientes que desejarem alterar seus voos podem fazê-lo em My Trips (Minhas viagens) sem incorrer em taxas de alteração
 

Recursos de testagem


Se você for viajar ou fazer conexão nos EUA e precisar de um teste negativo, recomendamos consultar as autoridades de saúde locais para saber onde fazer o teste para COVID-19 antes de viajar. Lembre-se que alguns resorts internacionais estão oferecendo opções de teste, então não deixe de entrar em contato com o local onde vai se hospedar também. Entre em contato diretamente com os locais de teste para obter informações detalhadas sobre custos, local, coleta de amostras e notificação de resultados. Sabemos que as exigências de teste podem ser desafiadoras, por isso ajudamos a torná-las um pouco mais fáceis identificando recursos de testagem locais fora dos EUA em nossa página Recursos de testagem.
 

FAQs


Com início às 00:01 (horário da costa leste dos EUA) de 26 de janeiro de 2021, todos os voos que entrarem nos EUA exigirão que todos os clientes com idade a partir de 2 anos tenham um comprovante de teste negativo para COVID-19 realizado até 3 dias antes do embarque e formulário de atestado assinado

Os tipos de teste aceitos são:

  • Teste molecular
  • Teste de amplificação de ácido nucleico (NAAT)
  • Teste RT-PCR
  • Teste LAMP
  • Teste de antígeno

Observação: Testes de anticorpos não são aceitos.

Saiba mais sobre testes aprovados no site do CDC, abre em uma nova janela.

Os clientes são responsáveis pelo custo de seus testes pré-embarque.

Se um cliente estiver chegando em um voo sem escalas para os EUA, o teste negativo deve ocorrer até 3 dias antes do embarque do voo direto.

Se o itinerário do cliente incluir um ou mais voos de conexão, o teste negativo deve ocorrer até 3 dias antes do embarque do voo inicial e o tempo de conexão não pode exceder 24 horas.

Por exemplo: Se um cliente embarcar em um voo em Berlim na sexta-feira, 29 de janeiro, com uma escala de 14 horas em Amsterdã antes de um voo de conexão para Nova York, o cliente poderá fazer seu teste para COVID-19 na terça-feira, 26 de janeiro (3 dias antes do embarque inicial em Berlim).

Os clientes que não tiverem realizado um teste e/ou não tiverem um resultado de teste negativo não poderão embarcar em seu voo para os EUA de acordo com a ordem do CDC.

Para oferecer flexibilidade a seus planos de viagem, você pode modificar ou cancelar seu itinerário via MyTrips (Minhas viagens) ou pelo Fly Delta App sem incorrer em taxas de alteração. Acesse nossa página Posso cancelar/alterar meu voo sem taxas? para obter mais detalhes.

Os clientes que receberem um resultado de teste positivo não poderão voar e são aconselhados a seguir as exigências do país onde o resultado do teste foi recebido. Diretrizes do CDC (abre em uma nova janela) afirmam que qualquer cliente com teste positivo deve ficar em isolamento e atrasar a viagem para os EUA até que tenha se recuperado da COVID-19.

A proteção de viagem, fornecida pela Allianz Global Assistance, oferece proteção em uma série de situações de viagem comumente cobertas. Por tempo limitado, algumas acomodações de reivindicações (abre em uma nova janela) também estão sendo feitas, como no caso de você ser infectado com a COVID-19 e não poder voar. Já reservou o seu voo? Você ainda poderá proteger sua viagem na sua página MyTrips (Minhas viagens). Aplicam-se termos; a cobertura pode variar em alguns países ou regiões. Veja todas as informações.

Como lembrete, o Reconhecimento de Saúde da Delta exige que, para a segurança de nossos funcionários e de outros clientes, os clientes devem esperar pelo menos 14 dias a partir do recebimento de um resultado de teste positivo antes de começar a viagem.

O pedido do CDC exige que os clientes cujos testes foram feitos fora dos 3 dias antes do embarque sejam testados novamente e obtenham um resultado negativo antes de embarcar para os EUA.

Sim. Os clientes que receberam a vacina contra a COVID-19 ainda devem apresentar prova de um resultado de teste negativo realizado até 3 dias antes da viagem e assinar um atestado confirmando um resultado negativo.

Um comprovante de vacinação contra a COVID-19 não isenta os clientes das exigências de testagem ou da Política de uso de máscara da Delta.

Sim. Clientes que tiveram um caso confirmado de COVID-19 nos últimos 90 dias podem viajar para os EUA se apresentarem o resultado positivo do teste (realizado até 90 dias antes da viagem) e uma carta de um profissional de saúde licenciado ou funcionário de saúde pública declarando que o cliente foi liberado para viajar.

Para obter mais detalhes sobre o que é necessário, os clientes devem revisar a ordem do CDC (abre em uma nova janela).

Lembre-se de que o Reconhecimento de Saúde da Delta no check-in exige que os clientes aguardem pelo menos 14 dias a partir do recebimento de um resultado de teste positivo antes de viajar novamente.

O formulário de atestado obrigatório é um documento que certifica que você tem um resultado negativo do teste para COVID-19 realizado nos últimos 3 dias e não tem COVID-19. Os clientes sem um formulário de atestado preenchido e assinado terão o embarque negado de acordo com a ordem do CDC.

A documentação dos resultados dos testes pode ser em papel ou formato eletrônico, mas o atestado deve ser impresso. Os clientes podem encontrar o formulário de certificação aqui.  

Os clientes são aconselhados a imprimir e preencher o formulário de atestado com antecedência e levá-lo ao aeroporto. Cópias também estarão disponíveis no check-in para os clientes preencherem. Os formulários devem ser entregues no portão antes do embarque. O atestado estará disponível em inglês, francês, holandês, alemão, italiano, espanhol, português, coreano, chinês e japonês.

Será solicitado aos clientes que comprovem o resultado negativo do teste antes do embarque, tendo-os em mãos para possível inspeção na chegada aos EUA.

A lista abaixo inclui aqueles que são isentos da exigência de teste:

  • Crianças com menos de 2 anos 
  • Forças policiais federais e militares sob ordens  
  • Clientes retornando de territórios dos EUA (Porto Rico, Ilhas Virgens dos EUA) 

Além disso, a exigência de teste negativo não se aplica a clientes que recentemente tiveram COVID-19 e puderem fornecer um resultado de teste positivo para COVID-19 com data de até 90 dias antes da viagem e uma carta de um profissional de saúde ou de um funcionário de saúde pública declarando que estão liberados para viajar.

Os clientes que voarem dos territórios estrangeiros dos EUA (Ilhas Virgens dos EUA e Porto Rico) não estão sujeitos a esta exigência.
Sim. Todos os clientes, incluindo cidadãos norte-americanos e residentes permanentes legais com idade a partir de 2 anos, voando de um destino internacional para os Estados Unidos, devem obter um resultado negativo do teste para COVID-19 até 3 dias antes do embarque e confirmar o resultado negativo assinando um formulário de atestado.

Estamos monitorando continuamente os protocolos de segurança para garantir que você tenha as informações mais recentes para os requisitos específicos de entrada e saída do seu destino. 

Sugerimos que você veja as exigências e restrições de viagem mais recentes para saber mais sobre as restrições atuais de viagem e sobre os recursos para ajudá-lo a chegar preparado. Consulte também as normas dos destinos com aeroporto de conexão, se aplicável ao seu itinerário.

Sim, se a duração da viagem de um cliente for menor que 3 dias, o cliente pode reenviar o resultado negativo do teste usado para a viagem de ida na volta para os Estados Unidos. Qualquer viagem com mais de 3 dias exigirá que o cliente refaça o teste para COVID-19.

Links relacionados

Encontrou as informações que estava procurando nesta página?