Itens proibidos ou restritos

Itens robóticos, domésticos, máquinas e outros


Se você estiver viajando com peças mecânicas ou outros itens, como produtos de limpeza doméstica, verifique primeiro aqui. Embora a Delta aceite muitas coisas como bagagem verificada, alguns itens são proibidos devido a restrições de tamanho ou segurança.

AUTOMOTIVO

Em geral, peças de automóveis e veículos podem ser transportadas na mão ou despachadas como bagagem, apenas se completamente expurgadas e isentas de combustível ou traços da presença de combustível. Peças de motor de carro podem ser transportadas na bagagem despachada, somente se acondicionadas na embalagem original e livres de produtos químicos prejudiciais, como óleo ou combustível.

Veja mais informações sobre peças específicas de veículos

Se pretende despachar peças de veículo usadas ou não tem certeza se consegue remover todos os vapores e resíduos prejudiciais, recomendamos providenciar o transporte ao destino utilizando um serviço de transporte de encomendas.

  • Amortecedores vedados com gás comprimido não são permitidos na bagagem verificada. Mesmo se não vedado com gás comprimido, porém contiver resíduos ou vapores de óleo ou combustível, o amortecedor será considerado substância perigosa e será retirado da bagagem despachada.
  • Baterias de automóveis são proibidas, seja em bagagem verificada ou de mão, conforme os regulamentos da FAA.
  • Airbags de veículos são proibidos, seja em bagagem verificada ou de mão, conforme os regulamentos da FAA.

Mesmo se geralmente permitida, a peça pode estar sujeita à inspeção adicional ou proibida pelo controle de segurança se o alarme for acionado durante o processo de inspeção, se parecer adulterada ou gerar outras preocupações de segurança. Por motivos de segurança da aeronave, é da TSA, abre em uma nova janela a decisão final de permitir quaisquer itens a bordo.

ITENS DOMÉSTICOS

Não são permitidos aerossóis (ex.: desinfetantes tipo spray e goma), alvejantes, solventes para limpeza, produtos de limpeza para ralos e pesticidas.

DISPOSITIVOS ELETRÔNICOS PORTÁTEIS

Dispositivos que contenham lítio ou baterias de íons de lítio (notebooks, smartphones, tablets etc.) devem ser transportados como bagagem de mão, e não na bagagem despachada. Quando isso não for possível: os dispositivos deverão ser totalmente desligados (não deverão ser colocados em modo de suspensão), impedidos de ser ativados acidentalmente e embrulhados para que não sejam danificados.

Cada pessoa pode levar no máximo 15 dispositivos eletrônicos portáteis.

Baterias de lítio danificadas, defeituosas ou submetidas a recall não devem ser transportadas na bagagem de mão ou verificada. Informações adicionais sobre os sistemas de baterias e baterias submetidas a recall podem ser encontradas no website da Consumer Product Safety Commission.

BAGAGEM INTELIGENTE

Os desenvolvimentos recentes de bagagens inovadoras com baterias de lítio integradas, geralmente chamadas de “bagagem inteligente”, estão sendo comercializados e vendidos para o público viajante. Tais dispositivos incluem baterias de lítio, motores, carregadores de bateria, GPS, GSM, Bluetooth, RFID ou Wi-Fi integrados. A presença das baterias de lítio pode contrariar vários requisitos regulamentares. Esses dispositivos requerem atenção cuidadosa, mesmo se permitidos pela regulamentação aplicável.

Exemplos de “bagagem inteligente” incluem as seguintes características:

  • Bateria e motor de íons de lítio que permita sua utilização como um dispositivo de transporte pessoal, seja ele um veículo para se locomover em pé ou sentado. Esses dispositivos não atendem aos critérios de um dispositivo de mobilidade
  • Carregadores de bateria de íon de lítio que permitem o carregamento de outros dispositivos eletrônicos, como telefones celulares, tablets e notebooks
  • Dispositivos de rastreamento por GPS com ou sem GSM
  • Recursos de Bluetooth, RFID e Wi-Fi
  • Etiquetas de identificação de bagagem eletrônicas
  • Cadeados eletrônicos
  • Bateria de íon de lítio, motor e dispositivo de rastreamento (GPS) que permitem que a mala se movimente sozinha e “siga” o proprietário

Restrições aplicáveis ao transporte de bagagem inteligente. Especificamente que:

  • As baterias de íon de lítio devem ter uma potência não superior a 100 Wh, a menos que o cliente tenha aprovação do operador, caso em que a bateria de lítio não deverá ter uma classificação de Watt-hora superior a 160 Wh
  • Clientes que despacharem uma mala inteligente com bateria de íons de lítio deverão removê-la e levá-la consigo na cabine. Clientes que levarem uma mala inteligente com bateria de íons de lítio como bagagem de mão deverão retirá-la de seu compartimento antes do embarque na aeronave. Depois de ser retirada de seu compartimento na mala, a bateria poderá ser colocada dentro da bagagem de mão. A bateria removível não precisa ser transportada separadamente da bagagem inteligente.
  • Quando uma mala destinada a ser transportada na cabine é entregue no portão de embarque ou na aeronave para ser colocada no compartimento de carga, o cliente deverá retirar anteriormente as baterias de íons de lítio. O carregador de bateria e/ou a bateria avulsa devem então ser transportados na cabine.